Emenda garante verba para obra de ponte sobre o rio Araguaia

Investir em infraestrutura é a chave para um Brasil mais desenvolvido, competitivo e que gere emprego e renda para todos. Pensando nisso, o deputado federal Celso Sabino (PSDB) apresentou nesta semana emenda ao Plano Plurianual (PPA) para a construção da ponte entre as cidades de São Geraldo do Araguaia (PA) e Xambioá (TO), servindo também como apoio para a conexão entre Araguaína (TO) e Marabá (PA), desonerando a distribuição de mercadorias na região. A travessia do Rio Araguaia, na diretriz da BR-153, é hoje feita por meio de balsas, causando desconforto aos usuários da rodovia e prejudicando a fluidez do tráfego na região.

O deputado federal Celso Sabino (PSDB) apresentou nesta semana emenda ao Plano Plurianual (PPA) para a construção da ponte entre as cidades de São Geraldo do Araguaia (PA) e Xambioá (TO), servindo também como apoio para a conexão entre Araguaína (TO) e Marabá (PA), desonerando a distribuição de mercadorias na região
Deputado apresenta emenda para construção de ponte sobre o rio Araguaia.

A construção desta ponte trará como consequências imediatas o encurtamento de distâncias, maior segurança no trânsito da região, redução significativa dos tempos de viagens e, de forma geral, viabilizará melhores condições para o tráfego da BR-153, rodovia de grande importância na distribuição de mercadorias e pessoas, tanto em âmbito regional como nacional.

Sabino entende que estar ligado com a região de Araguaína é estratégico para o Pará e o Brasil, pois é um centro econômico forte, indutor de desenvolvimento regional. Destacando-se por ser um centro comercial varejista e atacadista, atendendo um mercado de 2 milhões de consumidores em um raio de 250 km, o que inclui o Pará. A região é alimentada pela força do agronegócio, cada vez mais profissionalizado e produtivo, o que colabora para o dinamismo de Marabá e de todo o sul do Pará.

O deputado acredita que a fiscalização da população do entorno é fundamental para o sucesso da obra. A expectativa é de que as obras na ponte sejam concluídas em até três anos.