Projeto poderá isentar consumidores da taxa de distribuição de energia

Não é de hoje que a população está indignada com a conta da energia elétrica, em função de valores exorbitantes que são cobrados aos consumidores.
O deputado Celso Sabino é autor de um projeto que vai beneficiar os usuários, em especial os que moram próximo de onde a energia é produzida. “Não é justo o consumidor pagar pelo sistema de distribuição da energia, morando no entorno de uma hidrelétrica. Nosso projeto trata da retirada da cobrança dessa taxa da conta de moradores que residem até 80 km de uma hidrelétrica”, reforça.
“Por isso, os paraenses que se encontram nessa condição, devem pressionar seu deputado federal a fim de que vote a favor do nosso projeto no dia 06 de agosto, quando o mesmo entra em pauta, na Comissão de Minas e Energia. Queremos baixar a conta de energia e precisamos dessa aprovação”, complementa o deputado.
A deputada Edna Henrique, relatora do projeto, acredita que ele tem tudo para obter aprovação pelo seu cunho social. “É um projeto justo e necessário, esperamos aprová-lo para dar esse benefício à população que paga alto pelo consumo de energia”.

Hidrelétrica


Um outro projeto, também de autoria do deputado Celso Sabino, e que beneficia os demais consumidores, busca a redução dos valores das contas de energia elétrica. “Para os demais, nós temos um projeto que beneficia os Estados superavitários de energia, para que não sejam afetados pelas bandeiras tarifárias, usadas quando do uso das usinas termelétricas. Quando o sistema está deficitário, é necessário o uso dessas usinas e a utilização das bandeiras tarifárias, impostas pela ANEEL”, relata o autor do projeto de lei.
A proposta do deputado conclui que não é razoável que os residentes dos Estados que apresentam superávit hidrelétrico ainda tenham que arcar com os custos da geração termelétrica de que não necessitam, pagando mais caro quando da vigência das bandeiras tarifárias amarela ou vermelha.