Projeto de lei requer instalação de brinquedotecas nas unidades de saúde com atendimento pediátrico

As crianças que precisam estar em ambientes de tratamento de saúde são seres vulneráveis ao estresse, ao desgaste emocional e com certos impedimentos de viver a infância em sua totalidade. Pensando nisso, o deputado federal Celso Sabino propôs, na Câmara dos Deputados no dia 27 de março, através de um projeto de lei, que os estabelecimentos que prestem serviços clínicos pediátricos  mantenham brinquedotecas a disponibilidade das crianças, possibilitando aos pequenos a chance de ter acesso às alegrias da infância durante a etapa de tratamento e internação.

Sobre o seu projeto, o parlamentar aponta que: “A brinquedoteca se abre como espaço privilegiado para a criança exteriorizar seus sentimentos em relação ao tratamento médico, ao mesmo tempo em que permite o contato com o outro, no mais das vezes igualmente paciente internado, permitindo momentos de compartilhar medos e ansiedade; e também de empatia com o sofrimento alheio, como forma de ajudar a entender si própria com uma vida diferente da de outras crianças, em um mundo também estranho em que se encontra, e a lidar com ganhos e perdas”.

O deputado apresentou o mesmo projeto como indicação na Assembleia Legislativa do Pará, o qual obteve aprovação, e agora pretende obter o mesmo fim apresentando-o na Câmara dos Deputado, tornando-o uma Lei  Federal para que as crianças possuam este benefício em prol de preservar a sua infância nas fases de tratamento e recuperação.